Acesso a banda larga fixa cresce 7,15% em 2017, impulsionado por provedores de internet

A quantidade de assinantes de banda larga fixa cresceu 7,15% no Brasil em 2017, em relação a 2016. Os dados foram divulgados hoje, 29, pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A expansão do serviço de banda larga fixa foi puxada pelos provedores regionais (ISPs). Do total de 1,91 milhão de novos contratos, 1,28 milhão foram de ISPs. Ao todo, há em uso 28,67 milhões de acessos de banda larga fixa.

O mercado dos provedores regionais cresceu 43,72% em 2017. Hoje, eles administram 4,21 milhões acessos.

Somente o mês de dezembro de 2017 registrou aumento de 93,60 mil contratos ativos ou mais 0,33% em relação aos números de novembro.

Grandes operadoras

A TIM registrou crescimento de 85,87 mil novos contratos (+26,37%), a SKY aumento de 54,86 mil (+17,69%), a Claro entrada de 482,89 mil (+5,74%), a Vivo somou 108,14 mil (+1,45%) a suas bases de assinantes em 2017. A Oi foi a única com redução, de 108,83 mil (-1,70%) contratos.

Operadoras Acessos em dezembro de 2017
ALGAR (CTBC TELECOM) 542872
BT 22444
CABO 110462
CLARO BRASIL 8894453
OI 6304014
Outras 4207724
PREFEITURA DE LONDRINA/COPEL 225444
SKY/AT&T 365012
TELECOM ITALIA 411464
TELEFÔNICA 7586095
Total Geral 28670016

 

As tecnologias mais usadas pelas operadoras são o cobre (xDSL), o cabo coaxial, e a fibra óptica. O xDSL encolheu 2,12% no ano, passando a ter 13 milhões de acessos. Ainda assim, representa 45% do mercado de banda larga fixa.

O cabo coaxial tem 31% do mercado, e cresceu 4,66%. Agora são 8,9 milhões os acessos com essa tecnologia. A fibra vem em terceiro lugar. Usada principalmente pelos provedores regionais em 2017, representa 10,67% das instalações. São 3 milhões de acessos em fibra, uma expansão de 75% no ano passado.

Em menor escala, outras tecnologias também se destacam. O satélite, por exemplo, cresceu 100%, e agora é usado por 132 mil assinantes. O LTE como banda larga fixa evoluiu menos. Expandiu-se 6%, passando a ter 365 mil usuários.

Velocidades

O mercado de ultra banda larga foi o destaque do ano. Os acessos com velocidades superiores a 34 Mbps aumentaram 47% em 2017. São, já, 14,95% do mercado total de banda larga fixa, com 4,2 milhões de assinantes.

A grande maioria, porém, ainda usa internet com velocidades entre 2 Mbps e 12 Mbps. Estes são 34,6% do mercado de banda larga fixa. Cresceram 3,64%. São 9,9 milhões de acessos.

Já o mercado de acessos de até 512 kbps e o segmento até 2 Mbps estão em franco declínio. O primeiro encolheu 35%, sendo usado por 668 mil pessoas. O segundo, retraiu-se 11,5%, mas ainda concentra 20,78% do mercado, ou, 5,9 milhões de assinantes.

Operadoras Acessos em Dezembro de 2017 por velocidade
> 34Mbps 0kbps a 512kbps 12Mbps a 34Mbps 2Mbps a 12Mbps 512kbps a 2Mbps
ALGAR (CTBC TELECOM) 62.169 2.337 49.384 323.800 105.182
BT 1.015 19.040 101 412 1.876
CABO 1.642 9.089 99.720 11
CLARO BRASIL 2.062.648 65.725 3.178.926 2.646.241 940.913
OI 62.697 132.520 1.376.132 3.072.993 1.659.672
Outras (ISPs) 148.809 349.186 502.236 1.942.479 1.265.014
PREFEITURA DE LONDRINA/COPEL 62.276 244 34.492 92.236 36.196
SKY/AT&T 0 0 195.883 169.129
TELECOM ITALIA 395.243 790 1.148 3.319 10.964
TELEFÔNICA 1.490.036 98.502 268.0172 1.548.179 1.769.206
Total Geral 4.286.535 668.344 7.831.680 9.925.293 5.958.164

Fonte: http://www.telesintese.com.br/acesso-banda-larga-fixa-cresce-715-em-2017-impulsionado-pelos-isps/